Anúncio

Cientistas criam bateria de íon-lítio mais difícil de explodir


Pesquisadores dos Estados Unidos criaram uma bateria de íon-lítio mais resistente do que as atuais. O novo modelo é mais seguro, segundo os cientistas, e não deve causar explosões como outras baterias.

As baterias de íon-lítio são as mais usadas atualmente no mundo, mas não necessariamente as melhores - além de perder capacidade com o tempo, elas também são bastante voláteis e podem iniciar pequenos incêndios.

O risco de explosão está nos eletrodos internos da bateria - se eles se tocarem, podem causar um incêndio. Nas baterias atuais, esses eletrodos são separados por um pedaço fino de plástico. Quando a bateria é danificada ou sofre uma queda, por exemplo, o contato entre os eletrodos internos pode fazer o componente entrar em chamas.

Para evitar isso, os cientistas criaram um material que se solidifica quando é atingido. Trocando a camada de plástico pelo novo material, eles conseguiram impedir o contato entre os eletrodos em caso de queda, evitando assim as explosões causadas por baterias.

De acordo com os cientistas, uma das grandes vantagens da abordagem é o fato do novo tipo de bateria exigir apenas pequenos ajustes no processo de produção em relação às atuais.

Os pesquisadores dizem que ainda precisam fazer alguns ajustes na tecnologia, mas acreditam que ela tenha aplicação no mercado de drones e também em veículos elétricos.

Via olhar digital
-publicidade-

Postar um comentário

0 Comentários