Anúncio

Facebook é multado em apenas R$ 2,35 milhões por caso Cambridge Analytica

O caso da Cambridge Analytica continua tendo desdobramentos para o Facebook. Agora, a empresa foi condenada a pagar uma multa de 500 mil libras (cerca de R$ 2,35 milhões) pelo governo do Reino Unido por falhar na proteção de dados de seus usuários.


A pena foi considerada leve demais para o tamanho da infração, considerando que o Facebook viu um faturamento na casa de US$ 13,2 bilhões apenas no último trimestre e um total de US$ 40,6 bilhões durante o ano todo de 2017.

O problema é que a punição foi calculada com base em uma lei britânica de 1998, que não foi atualizada desde então. A legislação determina que a punição máxima a uma empresa por 500 mil libras, o que não é nada nos dias atuais para uma empresa do porte do Facebook.

Os órgãos regulatórios notam que a punição deveria ter sido consideravelmente maior se o cálculo fosse feito com base na GDPR, a lei de proteção de dados europeia que entrou em vigor em maio deste ano, muito após o vazamento de dados da Cambridge Analytica. Caso o julgamento fosse feito com base na lei atual, a punição ficaria na casa das 17 milhões de libras (R$ 80,4 milhões).

Em comunicado sobre o caso, o ICO (sigla para Gabinete do Comissário de Informação) explica que o Facebook não conseguiu monitorar adequadamente como os aplicativos e desenvolvedores estavam usando sua plataforma, o que permitiu a coleta indevida de informações de 87 milhões de usuários da rede social no mundo inteiro. Os dados viriam a ser usados posteriormente para abastecer a campanha digital de Donald Trump para presidente dos EUA em 2016.

Via olhar digital
-publicidade-

Postar um comentário

0 Comentários